Com exclusividade, NSR Notícias apresenta análise completa de todos os cargos, nas escolhas realizadas pelos 17.011 eleitores do município

O NSR Notícias apresenta levantamento exclusivo que aponta como o eleitor de Nova Santa Rita fez suas escolhas durante o primeiro turno das Eleições 2018. Com 17.011 eleitores aptos a votar em 55 seções eleitorais, as escolhas feitas pelos munícipes chamam a atenção pela divergência em alguns cargos, na comparação com o estado gaúcho. Todos os resultados são oficiais, extraídos da apuração realizada pela Justiça Eleitoral e disponíveis em seus aplicativos.

Presidente

O eleitorado de Nova Santa Rita acompanhou os resultados estadual e nacional nos cinco primeiros colocados, tendo Jair Bolsonaro (PSL) como o candidato mais votado no município, seguido por Fernando Haddad (PT), Ciro Gomes (PDT), Geraldo Alckmin (PSDB) e João Amoêdo (Novo). Confira os resultados dos cinco primeiros candidatos:

  1. Jair Bolsonaro (PSL) – 7.345 votos (55,35%)
  2. Fernando Haddad (PT) – 3.471 votos (26,16%)
  3. Ciro Gomes (PDT) – 1.132 votos (8,53%)
  4. Geraldo Alckmin (PSDB) – 500 votos (3,77%)
  5. João Amoêdo (Novo) – 259 votos (1,95%)

Governador

A primeira surpresa nos votos do eleitorado para governador diz respeito a quem seria o vencedor: José Ivo Sartori (MDB) ficou à frente de Eduardo Leite (PSDB) por 97 votos, e o terceiro colocado foi Jairo Jorge (PDT), superando por 192 votos Miguel Rossetto (PT), quarto colocado no município. Além disso, os percentuais indicam que o eleitorado de Nova Santa Rita estava muito dividido – os quatro primeiros candidatos alcançaram ao menos 20% dos votos. Confira como votou o eleitor de Nova Santa Rita para governador:

  1. José Ivo Sartori (MDB) – 3.410 votos (27,60%)
  2. Eduardo Leite (PSDB) – 3.313 votos (26,81%)
  3. Jairo Jorge (PDT) – 2.705 votos (21,89%)
  4. Miguel Rossetto (PT) – 2.513 votos (20,34%)
  5. Mateus Bandeira (Novo) – 358 votos (2,90%)

Senador

Outra surpresa nos resultados das escolhas dos eleitores diz respeito à ordem dos candidatos ao Senado Federal. Paulo Paim (PT), que conquistou a segunda vaga, ficou à frente de Luis Carlos Heinze (PP) no município. Em terceiro lugar, a candidata do PSL Carmen Flores, seguida por três candidatos muito próximos: José Fogaça (MDB) fez 4 votos a mais que Abigail Pereira (PC do B), que por sua vez fez 12 votos a mais que Beto Albuquerque (PSB). Confira as escolhas dos eleitores de Nova Santa Rita para o Senado:

  1. Paulo Paim (PT) – 4,753 votos (21,46%)
  2. Luis Carlos Heinze (PP) – 4.150 votos (18,74%)
  3. Carmen Flores (PSL) – 3.807 votos (17,19%)
  4. José Fogaça (MDB) – 2.751 votos (12,42%)
  5. Abigail Pereira (PC do B) – 2.747 votos (12,40%)
  6. Beto Albuquerque (PSB) – 2.735 votos (12,35%)

Deputado Federal

As escolhas do eleitorado de Nova Santa Rita nos postulantes aos cargos da Câmara de Deputados apresentam um nome que se destaca da maioria: Marcon (PT), morador do município, fez quatro vezes mais votos do que o segundo colocado no município, Carlos Gomes (PRB).

Outra estatística que chama a atenção é que o quarto e o nono candidatos mais votados em Nova Santa Rita não se elegeram: Santini (PTB) fez 490 votos (4,05%) e Marco Maia (PT) fez 260 votos (2,15%) mas não alcançaram uma das cadeiras em razão da regra que define a composição das bancadas. Entre os dez mais votados e eleitos em Nova Santa Rita, três são do PSL, enquanto que somente Marcon representou o PT na preferência do eleitorado. Confira os dez mais votados – e eleitos – de Nova Santa Rita para a Câmara dos Deputados:

  1. Marcon (PT) – 2.574 votos (21,26%)
  2. Carlos Gomes (PRB) – 613 votos (5,06%)
  3. Marcel van Hattem (Novo) – 553 votos (4,57%)
  4. Onyx Lorenzoni (DEM) – 474 votos (3,92%)
  5. Nereu Crispim (PSL) – 412 votos (3,40%)
  6. Márcio Biolchi (MDB) – 346 votos (2,86%)
  7. Bibo Nunes (PSL) – 292 votos (2,41%)
  8. Sanderson Federal (PSL) – 239 votos (1,97%)
  9. Mauricio Dziedricki (PTB) – 204 votos (1,68%)
  10. Danrlei (PSD) – 193 votos (1,59%)

Deputado Estadual

Na corrida para a Assembléia Legislativa, repete-se um fenômeno percebido na eleição para a Câmara dos Deputados: somente um deputado estadual do PT eleito por Nova Santa Rita figura entre os dez primeiros, e é justamente o mais votado – Edegar Pretto recebeu 1.279 votos (11,05%), muito a frente do segundo colocado entre os eleitos, Ruy Irigaray (PSL).

Também se repetiu o fenômeno de candidatos receberem votação expressiva em Nova Santa Rita mas não alcançarem votos suficientes para ocupar uma cadeira da AL. É o caso de Airton Souza (MDB), terceiro mais votado, com 502 votos (4,34%) e de Nelson Spolaor (PT), quinto mais votado, com 495 votos (4,28%), que ficaram na suplência. Confira os dez mais votados – e eleitos – de Nova Santa Rita para a Assembléia Legislativa:

  1. Edegar Pretto (PT) – 1.279 votos (11,05%)
  2. Ruy Irigaray (PSL) – 507 votos (4,38%)
  3. Costella (MDB) – 500 votos (4,32%)
  4. Dirceu do Busatto (PTB) – 491 votos (4,24%)
  5. Sergio Peres (PRB) – 409 votos (3,53%)
  6. Tenente Coronel Zucco (PSL) – 408 votos (3,52%)
  7. Juliana Brizola (PDT) – 266 votos (2,30%)
  8. Any Ortiz (PPS) – 254 votos (2,19%)
  9. Lara (PTB) – 149 votos (1,29%)
  10. Luiz Marenco (PDT) – 135 votos (1,17%)

Seção eleitoral inexistente

A eleitora da seção 515 Elisabete Santos reportou pela página do NSR Notícias no Facebook que seu local de votação – a Escola Álvaro Almeida, no Assentamento Sinos – não existia. Na relação dos locais de votação divulgada em nosso site e informada pelo TRE, constava que a seção 515 teria apenas cinco eleitores vinculados a ela – muito abaixo do mínimo de 20 eleitores, número considerado limite para a manutenção de uma seção eleitoral.

Entramos em contato com a assessoria de comunicação do TRE gaúcho, e a orientação – válida inclusive para o segundo turno, no próximo dia 28 de outubro – é de que os eleitores da seção 515 se dirijam à Escola Nova Sociedade, na Estrada do Luizinho, onde está localizada a seção 513, e realizem seu voto nesta seção.

Cobertura especial também no segundo turno

Em parceria com a Rádio Estação Web, o NSR Notícias promoveu cobertura especial da apuração do primeiro turno das Eleições 2018. Foram seis horas de transmissão ao vivo do programa Estação do Voto, acompanhando em tempo real os resultados, com apresentação dos radialistas Alex Guimarães, Cristiano Martins, Leonardo Ozório, Paula Cardoso, Renan Silva Neves e Rogério Barbosa, intervenções ao vivo dos repórteres Jéssica Degrandi (Santa Maria, RS); Luciano Cezário (Rio Branco, AC); e Rafael Soares (Rio de Janeiro), e com a participação dos economistas Carlos Marchionatti e Fabrizio Michelon, que analisaram o cenário econômico brasileiro e do Rio Grande do Sul a partir dos resultados das urnas.

O segundo turno das Eleições 2018 também contará com a parceria entre o NSR Notícias e a Rádio Estação Web – no domingo, 28 de outubro, a partir das 16 horas, o programa especial Estação do Voto acompanhará os 13 estados que terão disputa de segundo turno, incluído o Rio Grande do Sul, além da definição de quem presidirá o país a partir de 1° de janeiro de 2019 – Jair Bolsonaro ou Fernando Haddad. A transmissão ao vivo estará disponível no site e aplicativo da Rádio Estação Web, e na página de transmissões ao vivo do NSR Notícias.